ESTUDO FITOQUÍMICO DE Hydrangea sp. POR MEIO DE MÉTODOS CLÁSSICOS DE ANÁLISE POR ESPECTROSCOPIA NO ULTRAVIOLETA VISÍVEL (UV-VIS) E CROMATOGRAFIA EM COLUNA E EM PAPEL

Fabiele Bernardi, Keller Paulo Nicolini, Jaqueline Nicolini

Resumo


A investigação fitoquímica é um tema que pode ser abordado por diversas áreas da ciência. A Hydrangea sp., também conhecida com hortensia, é um planta ornamental muito conhecida por possuir flavonoides, compostos antioxidantes, que interagem com íons alumínio no solo, alterando as cores das sépalas das flores. Este trabalho teve como objetivo extrair clorofila das folhas de Hydrangea sp. utilizando três solventes (diclorometano, acetona e solução aquosa de acetona, 80 %). Os dados indicaram que além de extrair clorofila, também há fortes evidências espectroscópicas da presença dos carotenoides β-caroteno e/ou luteína e licopeno. Assim, o método utilizado pode ser aplicado em aulas práticas para explicar que: i) As folhas são verdes pela presença do pigmento clorofila; ii) no entanto, elas não contém apenas clorofila em sua constituição; também possuem pigmentos amarelos e avermelhados; e iii) ao envelhecer, as folhas perdem a coloração verde, há pela quebra da ressonância do anel porfirínico da clorofila e, consequentemente, as outras cores presentes no vegetal tornam-se predominantes.


Palavras-chave


carotenóides; clorofila; Hydrangea

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14450/2318-9312.v29.e1.a2017.pp68-70

Apontamentos



Direitos autorais 2017 Fabiele Bernardi, Keller Paulo Nicolini, Jaqueline Nicolini

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Conselho Federal de Farmácia - CFF

SHIS QI 15 Lote "L" - Lago Sul - Brasília - DF

CEP: 71635-615 - Fone: (61)3878-8751

Infarma-Ciências Farmacêuticas

ISSN - 0104-0219 (Versão impressa)

ISSN - 2318-9312 (Versão eletrônica)

Indexadores: