USO DE ÁLCOOL, TABACO E DROGAS ILÍCITAS POR ESTUDANTES DE FARMÁCIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS

Daniella Silva Prado, Flaubertt Santana de Azeredo, Tiago Branquinho Oliveira, Clévia Ferreira Duarte Garrote

Resumo


O uso de drogas é uma prática humana, milenar e universal. Não existe sociedade que não tenha recorrido ao seu uso, em todos os tempos, com as finalidades mais diversas, variando somente a quantidade, tipo e a forma de seu uso. Até os animais fazem uso, instintivamente, de drogas para obtenção do prazer. A partir dos anos 60 (sessenta), o consumo de drogas transformou-se em uma preocupação mundial em função da elevada disponibilidade e freqüência de uso e dos riscos que pode acarretar à saúde, particularmente nos países industrializados, onde a droga vem sofrendo modificações, passando de uma produção artesanal para um produção industrial. (Bucher & Totugui, 1998; Carlini-Cotrim, 1992).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Infarma - Ciências Farmacêuticas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Conselho Federal de Farmácia - CFF

SHIS QI 15 Lote "L" - Lago Sul - Brasília - DF

CEP: 71635-615 - Fone: (61)3878-8751

e-mail:infarma@cff.org.br

Infarma-Ciências Farmacêuticas

ISSN - 2318-9312 (Versão eletrônica)

ISSN - 0104-0219 (Versão impressa)

 

Indexadores: