AVALIAÇÃO DO PERFIL FARMACOGNÓSTICO E DO POTENCIAL ANTIMICROBIANO DO EXTRATO ETANÓLICO DO CAULE DA Cecropia pachystachya T. (EMBAÚBA)

Alvelino Serafim Mesquita, Paulo Augusto Oliveira Ventura, Ruben Costa Cruz, José Ribamar de Souza Nogueira, Alvaro Carlos Galdos-Riveros

Resumo


Muitas das plantas encontradas na savana brasileira são utilizadas, pela população, no tratamento de inúmeras doenças, apresentando muitas peculiaridades, por exemplo, plantas da família Cecropiaceae. A Cecropia pachystachya, conhecida popularmente por embaúba, apresenta indicações populares no tratamento de asma, tosse, problemas cardiovasculares e diabetes. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o perfil fitoquímico do extrato etanólico do caule da Cecropia pachystachya e o potencial antimicrobiano do extrato do caule com 07, 15, 30 e 45 dias de maceração. De acordo com os testes, foi confirmada a presença de taninos e flavonoides em todos os extratos. Na análise
antimicrobiana, os extratos etanólicos de 7 e 45 dias de maceração apresentaram halo de inibição em relação à Staphylococcus aureus. Dessa forma, o caule da Cecropia pachystachya apresentou um perfil farmacognóstico composto por flavonoides e taninos, sendo possivelmente atribuído a esses o efeito antimicrobiano frente a Staphylococcus aureus.


Palavras-chave


Mirmecófita, fitoterapia, Staphylococus aureus, compostos bioativos, Cecropia pachystachya.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14450/2318-9312.v30.e2.a2018.pp115-122

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Alvelino Serafim Mesquita, Paulo Augusto Oliveira Ventura, Ruben Costa Cruz, José Ribamar de Souza Nogueira, Alvaro Carlos Galdos-Riveros

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Conselho Federal de Farmácia - CFF

SHIS QI 15 Lote "L" - Lago Sul - Brasília - DF

CEP: 71635-615 - Fone: (61)3878-8751

e-mail:infarma@cff.org.br

Infarma-Ciências Farmacêuticas

ISSN - 0104-0219 (Versão impressa)

ISSN - 2318-9312 (Versão eletrônica)

Indexadores: