CONHECIMENTO MÉDICO DA FARMACOVIGILÂNCIA

Paulo José Sixel, Sonia Pereira Altenburg, Ney Roner Pecinalli, Luciana Reis Malheiros, Ronaldo Altemburg Odebrecht Gismondi, Marcos Aguiar Portella

Resumo


Todo fármaco tem potencialmente reações adversas, muitas das quais, entretanto, não identificadas em ensaios clínicos restritos, notadamente quando de incidência rara, podendo ser posteriormente detectadas por ocasião do início da comercialização, ou então, após uso crônico, como recentemente constatado com o rofecoxibe, retirado do mercado mundial pelo próprio fabricante (TOPOL, 2004). Em âmbito hospitalar, dados norte-americanos revelamque 10,8% dos pacientes apresentam reações adversas aos medicamentos (RAM), (LAZAROV & COREY, 1998). Estudo brasileiro revelou que aproximadamente um em cadatrês pacientes de enfermaria hospitalar apresenta manifestaçõesde RAM (GUZZO et al., 2002).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Infarma - Ciências Farmacêuticas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Conselho Federal de Farmácia - CFF

SHIS QI 15 Lote "L" - Lago Sul - Brasília - DF

CEP: 71635-615 - Fone: (61)3878-8751

e-mail:infarma@cff.org.br

Infarma-Ciências Farmacêuticas

ISSN - 2318-9312 (Versão eletrônica)

ISSN - 0104-0219 (Versão impressa)

 

Indexadores: