OBTENÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE EXTRATOS DE ALGAS PARA USO NA INDÚSTRIA DE COSMÉTICOS

Cristhiano Sibaldo de Almeida, Erickson Marcos Santos Feitosa, Carlos André dos Santos Silva, Ivanilde Miciele da Silva Santos, Élica Amara Cecília Guedes, Fábio Neves Colin, Luiz Carlos Caetano, Barbara Laine Ribeiro da Silva

Resumo


O globo terrestre é composto, quase que em sua totalidade, por água doce ou marinha. Nesta imensa “solução”, destacam-se diversos organismos, dentre eles, os que são de grande importância para o equilíbrio do ecossistema aquático, as algas, (Vidotti & Rollemberg, 2004). No ambiente marinho, as macroalgas constituem um dos grupos de maior diversidade dentre os organismos fotossintetizantes(32.000 espécies conhecidas). Desse total de espécies, pelo menos 643 táxons são relatados na costa brasileira, representando um recurso natural estratégico para o desenvolvimento da biotecnologia do país (Oliveira, 2002;Yoneshigue-Valentin, 2005). Macroalgas são comuns ao longo de toda a costa brasileira, sendo, entretanto, mais abundantes e diversificadas em áreas com substrato rochoso e águas mais transparentes, como é o caso da costa do nordeste do país. Os principais fatores que reduzem a biodiversidade de macroalgas estão relacionados à presença de grandes aportes de água doce, sedimentos e zonas sujeitas a forte poluição orgânica(Oliveira, 2002).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Infarma - Ciências Farmacêuticas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Conselho Federal de Farmácia - CFF

SHIS QI 15 Lote "L" - Lago Sul - Brasília - DF

CEP: 71635-615 - Fone: (61)3878-8751

e-mail:infarma@cff.org.br

Infarma-Ciências Farmacêuticas

ISSN - 2318-9312 (Versão eletrônica)

ISSN - 0104-0219 (Versão impressa)

 

Indexadores: