PERFIL DA SUSCETIBILIDADE DE STREPTOCOCCUS PYOGENES ISOLADOS DE PACIENTES COM FARINGITE

Eliane Andreola, Letícia S. Goulart

Resumo


As bactérias pertencentes ao gênero Streptococcus são cocos gram positivos, catalase negativa, que crescem aos pares ou em cadeia, no ágar sangue, não utilizam o oxigênio, embora a maioria seja aerotolerante. Alguns pertencem à flora normal dos seres humanos, enquanto outros estão relacionados a doenças (NISENGARD & NEWMAN,1994; BROOKS et al., 2000). As infecções causadas por S. pyogenes envolvem a pele e o trato respiratório. Este microrganismo é agente de piodermites, erisipela, celulite, fasciíte necrotizante, síndrome similar ao do choque tóxico, pneumonia e faringite(BEHERMAN et al., 1997; FERREIRA & ÁVILA, 2001; HINRICHSEN,2005). A faringite é a infecção mais freqüente. Ocorre, de dois a quatro dias após o contato com S. pyogenes. A pessoa apresenta sintomas, como febre, dor de garganta, cefaléia, edema local e petéquias no palato. É transmitida, através da saliva e secreções respiratórias de pessoas infectadas. Há indicações de que sua prevalência é facilitada pelas aglomerações de pessoas, pois aumenta a possibilidade de transmissão. Acomete preferencialmente crianças de cinco a quinze anos, mais frequentemente no inverno e primavera (BEHERMAN et al., 1997; KONEMAN et al., 2001;MACIEL et al., 2003; HINRICHSEN, 2005).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Infarma - Ciências Farmacêuticas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Conselho Federal de Farmácia - CFF

SHIS QI 15 Lote "L" - Lago Sul - Brasília - DF

CEP: 71635-615 - Fone: (61)3878-8751

e-mail:infarma@cff.org.br

Infarma-Ciências Farmacêuticas

ISSN - 2318-9312 (Versão eletrônica)

ISSN - 0104-0219 (Versão impressa)

 

Indexadores: