MÉTODOS ANALÍTICOS UTILIZADOS NO DIAGNÓSTICO DE FEOCROMOCITOMA

C. Kamei, F.G. Beleia

Resumo


Feocromocitomas são raros tumores neuroendócrinos produtores de catecolaminas que têm origem, em sua maioria, na medula da glândula suprar renal (Tostador etal., 2007), onde geralmente são unilaterais, porém apresentam predomínio na adrenal direita (Malachias, 2002). Possuem característica de desenvolver hipertensão arterial intermitente e resistente à terapêutica, além de ser acompanhado de uma variedade de sinais e sintomas clínicos, como cefaléia, sudorese, palpitações, náuseas, vômitos ou tremores (Bravo, 1994).

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 Infarma - Ciências Farmacêuticas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Conselho Federal de Farmácia - CFF

SHIS QI 15 Lote "L" - Lago Sul - Brasília - DF

CEP: 71635-615 - Fone: (61)3878-8751

e-mail:infarma@cff.org.br

Infarma-Ciências Farmacêuticas

ISSN - 2318-9312 (Versão eletrônica)

ISSN - 0104-0219 (Versão impressa)

 

Indexadores: