ISOFORMAS DO CITOCROMO P450 E OUTROS FATORES QUE ALTERAM A BIOTRANSFORMAÇÃO DE FÁRMACOS

Emilio Luiz Streck, Teresa Dalia Costa

Resumo


A maioria dos fármacos possui caráter lipofílico e, em pH fisiológico, permanecem não ionizados ou parcialmente ionizados. Devido a estas características, os menos tenderiam a permanecer no organismo, já que seriam reabsorvidos nos rins, após a filtração glomerular. Visando a eliminar estas substâncias  exógenas, o organismo pode lançar mão de sistemas enzimáticos utilizados normalmente para a degradação de substâncias endógenas. Desse modo, a biotransformação é a transformação enzimática dos fármacos em metabólitos, com características mais hidrofílicas, tendo como objetivo facilitar a excreção pelo organismo. O termo metabolismo relaciona-se ao processo de transformação enzimática de substâncias endógenas, como aminoácidos, esteroides, glicídios, entre outros. No entanto, é também utilizado como sinônimo de biotransformação de fármacos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Infarma - Ciências Farmacêuticas

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Conselho Federal de Farmácia - CFF

SHIS QI 15 Lote "L" - Lago Sul - Brasília - DF

CEP: 71635-615 - Fone: (61)3878-8751

e-mail:infarma@cff.org.br

Infarma-Ciências Farmacêuticas

ISSN - 2318-9312 (Versão eletrônica)

ISSN - 0104-0219 (Versão impressa)

 

Indexadores: